Cuidados em casa

1. Ao cozinhar, escolha alimentos que no estado natural não contenham glúten: leite, peixe, ovos, legumes, frutas…

2. Se usar produtos fabricados ou manipulados, verifique se têm etiqueta “isento de glúten” ou pelo menos se os ingredientes (incluindo os aditivos) não contêm glúten.

3. Atenção à contaminação cruzada! Como pode acontecer?

• Usando óleos, azeites ou águas que foram previamente usados para cozinhar alimentos com glúten;

• Usando instrumentos de cozinha que tenham estado em contacto com alimentos com glúten (colheres de pau que passam de uns tachos para outros, faca, cesto e tábua do pão, manteigueira, torradeira e tostadeira, etc.)

• Usando cerveja ou molhos ou ingredientes não seguros para temperar.

• Pela troca de talheres em travessas. É frequente as pessoas esquecerem-se que acabaram de usar a colher para tirar os croquetes (sim, feitos com pão ralado normal) ao servir de seguida o arroz; ou molharem o pão na travessa dos bifes; ou ainda partilharem uma colher, numa festa, para servir sobremesas com e sem glúten indiscriminadamente.

• Se possível passe primeiro por água, num outro local que não o seu lava loiças, os pratos com glúten antes de os colocar neste ou na máquina de lavar a loiça.

4. Atenção à contaminação cruzada! Como prevenir?

• Preferir ter em casa apenas os alimentos processados garantidamente isentos de glúten (mostarda, molho de soja, ketchup, iogurtes, fiambre e demais enchidos, farinha de milho, pão ralado, gelados), em vez de ter de uns e de outros.

• Quando usar o forno, comece sempre pelos alimentos sem glúten.

• Armazenar os alimentos sem glúten em zona separada dos demais.

• Ao guardar alimentos sem glúten (no congelador, frigorífico ou despensa), etiquetar convenientemente e de forma visível)

• Limpar muito bem as superfícies de trabalho.

• Se usar luvas ao preparar a comida SG confirme que o pó das luvas é isento de glúten.

• Não reutilize a toalha de mesa no dia seguinte caso tenha colocado pão com glúten naquela.