A dieta alimentar de um celíaco

seeds495628_94974344Atualmente, o único tratamento aceite da Doença Celíaca consiste numa dieta isenta de glúten (DIG) para toda a vida.

Se suspeita de intolerância ou alergia alimentar ao glúten não inicie uma deita sem glúten antes de consultar um médico. A dieta sem glúten pode mascarar os exames de diagnóstico. É importante diagnosticar corretamente a situação, bem como patologias que a ela se associam frequentemente.

A dieta deve ser rigorosa, saudável e equilibrada, sendo os alimentos que contêm glúten substituídos por outros que não o contenham. Como o glúten se encontra no TRIGO, CENTEIO, CEVADA e AVEIA, a dieta não poderá conter nenhum destes cereais.

É preciso ter muita atenção à composição dos alimentos para garantir que nenhum destes cereais está presente directa ou indirectamente.

  • Directamente: trigo, centeio, cevada, aveia, boulgour, triticale, espelta, kamut. Que se encontram nas farinhas, semolas, flocos e todos os derivados;
  • Indirectamente: amido, amido modificado, malte. Que se encontram em iogurtes de frutos, cremes, molhos, delícias do mar, cerveja, uísque, vodka, gin, ginger-ale, ovomaltine, cafés misturados com cevada, etc.

Por isso é tão importante ler a rotulagem com atenção! A mesma que se exige na manipulação de alimentos para evitar a contaminação, já que uma pequena porção de alimentos com glúten (uma faca com migalhas, o óleo alimentar usado para fritar alimentos envolvidos em pão ralado ou farinha, etc.) causa estragos numa dieta.